Dicas

Confira 8 dicas de gestão para franquias

By 14 de julho de 2017 No Comments

O empreendedorismo é valorizado por proporcionar flexibilidade e independência a profissionais de diferentes áreas. Entre as apostas de quem investe em negócio próprio, o modelo de comercialização por franquias talvez seja uma das mais vantajosas.

Apesar do benefício de trabalhar com produtos de uma marca difundida e reconhecida, o franqueado também deve encarar o desafio de manter o padrão de qualidade da rede que representa.

Para ajudar nesse objetivo, separamos neste post 8 dicas importantes de gestão para franquias. Acompanhe você também!

1. Acompanhar o mercado

As franquias estão na lista das opções de investimentos rentáveis. Mesmo com acesso a uma variedade de modelos e possibilidades, o franqueado sempre deve estudar e acompanhar o mercado em que está atuando.

Quem nunca teve experiência anterior com a comercialização por franquias pode se informar com profissionais experientes ou realizar cursos que ajudem a compreender o mercado.

Quando acompanha o setor de perto, você se mantém atualizado e consegue fazer boas escolhas para direcionar os recursos da forma adequada. Essas decisões assertivas vão te ajudar a elaborar estratégias para obter destaque entre a concorrência.

2. Entender a operação

Quando o assunto é franquia, investir em algo que você ama pode ser um diferencial. O processo de escolha, muitas vezes, é seguido de uma avaliação cuidadosa da proposta de negócio e de seu potencial de crescimento.

Ainda assim, decidir que um modelo de franquia é perfeito não basta para que a sua gestão seja feita adequadamente. Após pesquisar sobre os detalhes e características de determinado investimento, o franqueado ainda deve buscar maior conhecimento das operações envolvidas.

Faça isso pelo seu negócio e informe-se com antecedência. Esse cuidado com o entendimento dos processos te ajudará a cumprir regras do contrato e a identificar os pontos críticos que trazem maior estabilidade.

3. Cuidar e organizar as finanças

Os dados financeiros de um negócio são valiosos e, por isso, devem ser administrados com o máximo de cuidado. Sempre que possível, o franqueado deve contar com um profissional qualificado em gestão financeira para evitar erros na análise dos valores.

O acompanhamento adequado da parte financeira é básico para mensurar o faturamento de uma franquia e o ticket médio do negócio. Quem organiza bem os dados também tem melhores condições de planejar o uso dos valores que estão em caixa, já que eles podem ser destinados para taxas, serviços de marketing e propaganda, entre outros.

Na hora de administrar dados, lembre-se de nunca misturar as finanças pessoais com as da empresa. A divisão de contas ajuda a manter a transparência, que é crucial para o sucesso do negócio.

4. Segmentar a carteira de clientes

Quem trabalha com a comercialização de qualquer tipo de produto ou serviço sabe a importância de conhecer o perfil de consumidores. Em uma pesquisa rápida de mercado, é possível entender as principais necessidades e preferências do público.

Apesar disso, os franqueados que desejam otimizar suas estratégias de marketing e até mesmo melhorar o atendimento devem apostar em uma divisão mais detalhada da carteira de clientes.

Segmentando grupos a partir de dados específicos (como gênero e idade), você consegue oferecer um produto diferenciado e totalmente adequado aos desejos de quem consome. Com a satisfação garantida, a fidelização é certa.

5. Treinar equipes com frequência

Uma boa gestão de pessoas é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, porque influencia diretamente no atendimento ao cliente. É por isso que o franqueado nunca deve se contentar apenas com a escolha cautelosa da equipe do negócio.

Para manter pessoas dispostas e focadas nos trabalhos você também vai precisar de tempo e investimento. Nesse processo, certifique-se de que os funcionários sempre tenham acesso aos melhores treinamentos e capacitações.

O preparo deve ser acompanhado da lembrança de que o sucesso de um time inteiro depende da colaboração de cada indivíduo. Mostre isso na prática buscando cursos voltados para a liderança de franquias e leia notícias para acompanhar cada mudança do mercado.

6. Gerenciar indicadores de desempenho

O uso dos KPIs (Key Performance Indicators) deve fazer parte de qualquer gestão para franquias. Com esse tipo de ferramenta é possível identificar quais áreas do negócio precisam de ajustes e quais são as ações necessárias para resolver os problemas encontrados.

Atualmente existem diversos tipos de indicadores, sendo que muitas franqueadoras já orientam seus parceiros a usarem um modelo de ferramenta que se encaixe nos objetivos da empresa. Veja os mais comuns:

  • taxa de conversão;
  • lucratividade;
  • faturamento;
  • número de clientes novos;
  • volume de vendas;
  • ticket médio;
  • payback;
  • retorno sobre investimento.

7. Manter um atendimento de excelência

Não é preciso ser grande conhecedor do mercado para entender que o comportamento do consumidor sofreu mudanças nos últimos anos. Com mais acesso à informação e diferentes modalidades de compras, as pessoas passaram a ter maior poder de escolha e, com isso, se tornaram mais exigentes.

Nesse cenário, franqueados precisam encontrar formas de oferecer um atendimento personalizado e que seja melhor que o da concorrência. Para isso, é preciso lembrar novamente da importância de capacitar equipes que atuem diretamente com a venda.

Uma recepção positiva desde o primeiro contato com a empresa estimula o cliente a voltar para apostar na marca. Como complemento do atendimento de excelência, vale buscar sempre inovações que melhorem a experiência do público.

8. Buscar apoio da franqueadora

Cada franqueadora possui um padrão de qualidade que é essencial para a manutenção dos negócios. Para ter chance de sucesso é necessário que o franqueado siga esse padrão e nunca deixe de buscar informações que complementem o trabalho de gestão.

Cabe lembrar a quem é novo nesse mercado que toda franqueadora tem capacidade de oferecer suporte a seus parceiros de negócio. Logo, se você tem dúvidas sobre como conduzir a franquia, não deixe de solicitar apoio a um representante da rede.

Esse trabalho conjunto entre franqueadores e franqueados deve fazer parte da gestão para franquias e hoje é um diferencial para as empresas que querem expandir a marca no mercado.

Quer mais dicas sobre negócios? Curta a nossa página no Facebook e acompanhe cada novidade de perto!

Leave a Reply