Empreendedorismo

Mercado de alimentação saudável: saiba porque investir nele

By 30 de junho de 2017 No Comments

A crise está passando bem longe do mercado de alimentação saudável. De acordo com o relatório The Top 10 Consumer Trends for 2017, os consumidores estão mais interessados em alimentos que são considerados saudáveis. O documento traz informações bastante interessantes, especialmente para quem deseja investir no segmento.

Segundo o relatório, 83% dos entrevistados estão propensos a gastar um pouco mais para obter alimentos nutritivos. 79% das pessoas ouvidas disseram que substituem itens da alimentação tradicional por opções mais saudáveis; 28% compram alimentos sem conservantes; 44% preferem alimentos sem corantes artificiais; e 42% escolhem opções sem sabores artificiais.

Isso mostra que as pessoas, especialmente no Brasil, estão se preocupando mais com o valor nutritivo de sua dieta. Essa nova demanda fez com que o país se tornasse o 5º maior entre os gigantes do segmento.

Para quem deseja investir na área e criar um negócio próspero, este é um excelente momento!

O otimismo do setor em números

O mercado de alimentação saudável vem apresentando um forte crescimento nos últimos anos em todo o mundo. Na verdade, o setor é um dos poucos que não foi afetado pela crise aqui no país. Segundo o estudo Alimentação Saudável – Tendências 2016, administrado pela Mintel, 76% dos entrevistados disseram que buscam alternativas de comidas saudáveis em suas rotinas.

Ainda de acordo com o estudo, 24% dos adultos brasileiros comeriam quinoa e linhaça se soubessem utilizá-las no dia a dia.

Isso mostra que é preciso se adaptar para atender às novas expectativas do consumidor. Muitas empresas estão sendo forçadas a se adaptarem a essa nova realidade, introduzindo opções que não contenham glúten, lactose, adição de corantes, sabores artificiais e outros aditivos químicos etc.

O consumidor está buscando alimentos mais nutritivos, e essa exigência está sendo levada em consideração pelas empresas na hora de desenvolver produtos e realizar investimentos.

Um estudo aplicado pela agência de pesquisas Euromonitor Internacional, em fevereiro desse ano, mostrou que o mercado de alimentação saudável deve continuar em ritmo de crescimento até 2021, em uma taxa de 4,4% ao ano. O mercado brasileiro alcançou a quinta posição no ranking mundial do setor em 2016, apresentando um faturamento de R$ 93,6 milhões.

Depois de conferir essas informações e dados, ficou claro que investir nesse setor pode ser uma atividade bastante lucrativa. Contudo, é preciso ter cautela! Mesmo que o mercado apresente ótimos índices e oportunidades, é preciso identificar os melhores segmentos para empreender nesse mercado, além de conhecer o modelo de negócios que mais tem a ver com o seu perfil.

Como apostar no mercado de alimentação saudável

Para quem deseja abrir um negócio no setor, saiba que a concorrência é grande, já que esse é um dos principais mercados da economia brasileira. Para realizar uma aposta certeira, será preciso analisar as tendências que estão em alta dentro do mercado e conhecer o modelo mais indicado para a sua realidade. Confira a seguir alguns segmentos em que vale a pena prestar atenção:

Comidas e bebidas saudáveis

Entre os produtos do setor, as comidas e bebidas saudáveis são os campeões de venda. Só no ano de 2016 foram quase R$ 100 milhões em faturamento. De acordo com vários estudos e especialistas, a tendência é que continue assim nos próximos anos. As pessoas estão e continuarão procurando alternativas para se alimentar melhor.

Se houver uma opção que una valor nutritivo e apresente uma proposta saudável, certamente atrairá a atenção do consumidor. São exemplos as saladas em potes, os sucos naturais, as marmitas só com alternativas saudáveis (como saladas e grelhados) etc.

A dica é unir inovação com cardápios saudáveis e nutritivos.

Conveniência

Delivery e a possibilidade de comprar online e retirar no local são duas tendências crescentes no mercado. Como as pessoas, geralmente, não têm tempo para preparar uma refeição saudável, elas contam com restaurantes que oferecem, além de um cardápio natural, a conveniência no momento de retirar a comida.

Além disso, outro ponto importante é que muitos estabelecimentos estão oferecendo opções mais baratas, visando pessoas que queiram se alimentar bem por um preço mais acessível.

Novos consumidores

A nova geração de consumidores chegou no mercado, e ela não prefere o clássico bife com fritas na hora do almoço. Como o acesso à informação está mais democratizado, cresceu o número de clientes que sabem a importância de uma alimentação saudável para o seu corpo.

Se antes as pessoas associavam um cardápio mais saudável a dietas para perder peso, hoje os novos consumidores conhecem os benefícios dessas refeições além da contribuição para emagrecimento.

Criar um negócio visando atender as expectativas desses novos consumidores pode ser bastante lucrativo. Isso porque, de acordo com vários estudos, o consumidor não se incomoda em pagar um pouco mais pela refeição, justamente por reconhecer o seu alto valor agregado.

Franquia x negócio próprio

Atualmente, existem basicamente dois modelos de negócio: as franquias e o negócio próprio. No franchising, o empreendedor terá a chance de trabalhar com um modelo de negócio consolidado no mercado, comercializando um produto que já possui um público-alvo definido. Criando do zero, o empresário deverá criar um plano de negócios e estruturar todas as etapas da empresa.

A principal vantagem em investir em uma franquia de comidas e bebidas saudáveis é a chance de começar com o negócio pronto para ser administrado. Para quem deseja aproveitar o bom momento do setor, basta se reunir com a franqueadora, conhecer o seu negócio, pagar a taxa de franquia, alugar o ponto e marcar o dia de inauguração. Quem deseja criar um negócio do zero, terá que planejar todas essas etapas para se estabelecer no mercado.

Contudo, a principal vantagem do negócio próprio, em relação à franquia, é a liberdade que o modelo proporciona. Ao se tornar um franqueado, o empreendedor deverá seguir normas e padrões para atingir os lucros e o sucesso esperado para a sua unidade.

É importante escolher o modelo de negócios que mais tenha a ver com o seu perfil. E isso vale para o setor também: se o empreendedor não possuir uma afinidade com o mercado de alimentação saudável, dificilmente terá êxito no segmento.

É preciso ter paixão e conhecer a área para enfrentar os desafios, as barreiras e a concorrência, que vai ficando mais forte à medida que o mercado evoluí.

Para se inteirar mais sobre o assunto, confira os diferenciais de ser um franqueado. Boa leitura!

Leave a Reply